Últimas Notícias
Video Destaque
Post Destaque


1 de mai de 2012

Saint Seiya Omega no Japão


           Saint Seiya Omega no Japão

Tudo começou no ano de 1986 quando o autor, Masami Kurumada, iniciou a série originalmente chamada Saint Seiya. A primeira aparição aconteceu nas páginas do mangá Weekly Shonen Jump(uma espécie de revista semanal publicada pela Shueisha). Cada mangá tinha aproximadamente 400 páginas, com diversas histórias (a maioria era em preto e branco) e os capítulos dos Cavaleiros do Zodíaco foram publicadas até o ano de 1991.
No Japão existem duas regras quando um mangá faz sucesso: lançar uma compilação completa (tankohon), com apenas a série em questão, e lançá-la em anime (desenho animado japonês).Saint Seiya rendeu 28 volumes tankohon com cerca de 200 páginas cada um. Com o passar do tempo novas recompilações foram sendo lançadas, chegando até uma edição de luxo para colecionadores (chamada de Kanzenban, com algumas páginas coloridas inclusive). O mangá foi dividido em sagas, de acordo com a história:
- Santuário
- Blue Warriors (história solo do personagem Hyoga de Cisne)
- Poseidon
- Hades
O sucesso foi tão grande que no mesmo ano de sua criação, Saint Seiya começou a ser produzido em anime. A empresa responsável pela produção foi a Toei Animation e o primeiro episódio foi ao ar no dia 11 de Outubro de 1986, pela TV japonesa ASAHI (todos os sábados às 19h). O série de TV clássica teve 114 episódios e foi dividida nas sagas:
- Santuário (episódio 1 ao 73)
- Asgard (episódio 74 ao 99)
- Poseidon (episódio 100 ao 114)
O grande detalhe da produção do anime foi que a Toei Animation foi obrigada a aumentar a história, inventando novos personagens, prolongando certas lutas e até mesmo criando uma nova saga. Tudo isso devido ao fato de que quando o anime começou a ser produzido, o mangá não estava finalizado ainda.
O último episódio foi exibido no dia 1 de Abril de 1989, iniciando meses depois uma reprise completa.
O sucesso gerou, na época, também 3 curtas metragens e 1 longa metragem.
Infelizmente a saga de Hades (considerada pelos fãs, a melhor saga dos Cavaleiros do Zodíaco) não foi produzida em anime na época. Na ocasião Masami Kurumada havia tido problemas com a Toei Animation e não liberou a produção de Hades (pelo menos esta é a versão que se comenta, embora o próprio Kurumada já negou isso em uma entrevista). Fãs do mundo inteiro ficaram decepcionados e tentaram realizar campanhas, mas sem sucesso.
Em 2001, um desenhista francês chamado Jérôme Alquié produziu dois trailers da Saga de Hades (baseado na história do mangá). O trailer foi exibido no evento de Toulon, na França, em 2001 e a Toei Animation estava lá para conferir (representada pelo Shingo Araki, o principal desenhista do anime). O sucesso foi inevitável e os trailers espalharam-se rapidamente pela Internet.
A Toei Animation nunca pronunciou-se oficialmente sobre o assunto, porém em Novembro de 2002 ela finalmente lançou o primeiro OVA (Original Video Animation = episódio feito diretamente para vídeo/dvd, não sendo exibido como um episódio de série de TV) da Saga de Hades. Todos pensavam que Jêróme Alquié faria parte do staff, porém isso não aconteceu. Até hoje ninguém sabe a real influência que o francês teve sobre a Toei Animation, mas para os fãs ele é considerado um herói.
À partir de 2002, o Japão redescobriu Saint Seiya. Para Hades, inicialmente foram produzidos 13 OVAs, referentes a toda Fase Santuário de Hades.
Em 2002, também, surgiu um novo mangá: o Episódio G. Ele conta com o roteiro de Masami Kurumada, mas o traço agora é de Megumu Okada, o que despertou desinteresse de boa parte dos antigos fãs (traço muito diferente). Com o passar do tempo, o mangá foi evoluindo e ganhando respeito por parte da maioria dos fãs. Infelizmente ele foi interrompido, sem uma explicação oficial, em 2008.
No dia 14 de Fevereiro de 2004 um novo longa metragem, intitulado Tenkai Hen - Josô - Overture (Prólogo do Céu - Abertura) foi lançado no Japão. Com isso os fãs acreditavam que a tão sonhada Saga de Zeus poderia ser produzida rapidamente, fato que não aconteceu na época.
No final de 2005, a Toei Animation começou a produzir a Fase Inferno de Hades, mas ela foi dividida em duas partes: a primeira com 6 episódios e a segunda com 6 episódios também. Os 6 primeiros episódios foram lançados até Fevereiro de 2006 e 6 episódios finais foram lançados até Fevereiro de 2007!
Em 2006, Masami Kurumada surpreendeu ao anunciar o lançamento de dois novos mangás: oLost Canvas, com desenhos da Shiori Teshirogi, e o Next Dimension, com desenhos dele mesmo (só que desta vez totalmente coloridos), sendo este o início da tão sonhada Saga do Céu (ou Saga de Zeus). Ambos os mangás contam a mesma história, só que sob pontos de vistas diferentes, e continuam em produção nos dias de hoje.
Em 2008, finalmente, a Saga de Hades foi concluída com 6 OVAs referentes a Fase Elíseos.
Em 2009, o Lost Canvas ganhou a sua versão em anime. A primeira temporada teve 13 OVAs e durou até o primeiro semestre de 2010. A segunda temporada terá 13 OVAs também, porém ainda sem data oficial para ser lançada.